Make your own free website on Tripod.com

EQUAÇÃO DO 1º GRAU

Home
EQUAÇÃO DO 1º GRAU

 

EQUAÇÃO DO 1º GRAU



As equações do primeiro grau são aquelas que podem ser representadas sob a forma ax+b=0,em que a e b são constantes reais, com a diferente de 0, e x é a variável. A resolução desse tipo de equação é fundamentada nas propriedades da igualdade descritas a seguir.


Adicionando um mesmo número a ambos os membros de uma equação, ou subtraindo um mesmo número de ambos os membros, a igualdade se mantém.


Dividindo ou multiplicando ambos os membros de uma equação por um mesmo número não-nulo, a igualdade se mantém.



Exemplo:


Vejamos alguns exemplos:


Seja a equação:


Seja a equação:


Seja a equação:


Membros de uma equação


Numa equação a expressão situada à esquerda da igualdade é chamada de 1º membro da equação, e a expressão situada à direita da igualdade, de 2º membro da equação.


Exemplo: - 3x + 12 = 2x - 9

1º membro 2º membro

Cada uma das parcelas que compõem um membro de uma equação é chamada termo

da equação.

4x – 9 = 1 – 2x

termos


Variável (ou incógnita) de uma equação:

Os elementos desconhecidos de uma equação são chamados de variáveis ou incógnitas.

Exemplos:

A equação x + 5 = 18 tem uma incógnita: x

A equação x – 3 = y + 2 tem duas incógnitas: x e y

A equação a² – 3b + c = 0 tem três incógnitas: a, b e c

Cada um dos valores que colocados no lugar da incógnita, transformam a equação em uma sentença

verdadeira e é chamada de raiz da equação. Para verificarmos se um dado número é ou não raiz de uma equação, basta substituirmos a incógnita por esse número e observarmos se a sentença obtida é ou não verdadeira.

1º exemplo: verificar se três é raiz de 5x – 3 = 2x + 6


2º exemplo: verificar se -2 é raiz de x² – 3x = x – 6


O princípio aditivo e o princípio multiplicativo servem para facilitar o entendimento da solução da equação, mas para resolvê-la existe um metódo simples e prático que è o seguinte:

Resolver a equação 5x – 8 = 12 + x

Colocamos no primeiro membro os termos que apresentam variável, e no segundo membro os termos que não apresentam variável. Os termos que mudam de membro tem os sinais trocados.

5x – 8 = 12 + x

5x – x = 12 + 8

Calculamos a somas algebricas de cada termo.

4x = 20

Quando se passa de um membro para o outro usa-se a operação inversa, ou seja, o que está multiplicando passa-se dividindo e o que está dividindo passa-se multiplicando. O número 4 no primeiro membro está multiplicando o x então ele passará dividindo no segundo membro.

4 . x = 20

Exercícios resolvidos

  1. Resolver a equação:

2( x + 5 ) - 3( 5 – x ) = 5

Nesse tipo de equação, devemos inicialmente, retirar os parênteses, aplicando a propriedade distributiva da multiplicação e a regra de eliminação de parênteses.

2x + 10 – 15 + 3x = 5

2x + 3x = 5 – 10 + 15

5x = 10

x =

x = 2


  1. Resolver a equação:

  1. Resolver a equação:

Nessa equação, inicialmente reduzimos todas as frações ao mesmo denominador, e a seguir cancelamos esses denominadores


m.m.c ( 3, 2, 6 ) = 6

3, 2, 6 2

3, 1, 3 3

1, 1, 1 2 . 3 = 6



  1. Resolver a equação:

m.m.c ( 2, 3, 4 ) = 12

Efetuando as multiplicações:

Multiplicando os dois membros da equação pelo m.m.c dos denominadores, que é 12, vem:


Resolvendo a mesma equação pelo método da eliminação dos denominadores:


  1. Resolver a equação:

Nessa equação é conveniente eliminar de início, os parênteses.


  1. Resolver a equação:

m.m.c ( 2, 3, 4, 5, 7 ) = 420


  1. Quando o número x na equação ( k – 3 ).x + ( 2k – 5 ).4 + 4k = 0 vale 3, qual será o valor de K?

( k – 3 ).3 + ( 2k – 5 ).4 + 4k = 0

3k – 9 + 8k – 20 + 4k = 0

3k + 8k + 4k = 9 + 20

15k = 29

k =

  1. De o conjunto solução das equações literais do primeiro grau ( em R )

a) ax + bx + c = 2a + 2b + c

ax + bx = 2a + 2b + c – c

x( a + b ) = 2a + 2b

se a -b e b ≠ -a


b) ( a + x )² = ( a + 3 + x )( a – 2 + x )

a² + 2ax + x² = a² – 2a + ax + 3a – 6 + 3x + ax – 2x + x²

2ax + x² – ax – 3x – ax + 2x – x² = - a² + a² – 2a + 3a – 6

x(2a – a – 3 – a + 2) = a – 6

x(-1) = a – 6

x =


Equação sem solução


Às vezes, uma equação não tem solução para um certo universo de números. Nesse caso, dizemos que ela é impossível ou que a solução é vazia.

Exemplo: resolver a equação.

Não existe nenhum número que multiplicado por 0 que resulte em 2.


Equação com infinitas soluções


Há casos em que todos os números do universo considerado são raízes da equação. Dizemos que ela tem infinitas soluções.

Exemplo: resolver a equação

Como qualquer número multiplicado por zero é igual a zero, a equação tem infinitas soluções.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


  1. Resolver a equação:

m.m.c ( 2, 3, 4 ) = 12

Efetuando as multiplicações:

Multiplicando os dois membros da equação pelo m.m.c dos denominadores, que é 12, vem:


Resolvendo a mesma equação pelo método da eliminação dos denominadores:


  1. Resolver a equação:

Nessa equação é conveniente eliminar de início, os parênteses.


  1. Resolver a equação:

m.m.c ( 2, 3, 4, 5, 7 ) = 420


  1. Quando o número x na equação ( k – 3 ).x + ( 2k – 5 ).4 + 4k = 0 vale 3, qual será o valor de K?

( k – 3 ).3 + ( 2k – 5 ).4 + 4k = 0

3k – 9 + 8k – 20 + 4k = 0

3k + 8k + 4k = 9 + 20

15k = 29

k =

  1. De o conjunto solução das equações literais do primeiro grau ( em R )

a) ax + bx + c = 2a + 2b + c

ax + bx = 2a + 2b + c – c

x( a + b ) = 2a + 2b

se a -b e b -a


b) ( a + x )² = ( a + 3 + x )( a – 2 + x )

a² + 2ax + x² = a² – 2a + ax + 3a – 6 + 3x + ax – 2x + x²

2ax + x² – ax – 3x – ax + 2x – x² = - a² + a² – 2a + 3a – 6

x(2a – a – 3 – a + 2) = a – 6

x(-1) = a – 6

x =


Equação sem solução


Às vezes, uma equação não tem solução para um certo universo de números. Nesse caso, dizemos que ela é impossível ou que a solução é vazia.

Exemplo: resolver a equação.

Não existe nenhum número que multiplicado por 0 que resulte em 2.


Equação com infinitas soluções


Há casos em que todos os números do universo considerado são raízes da equação. Dizemos que ela tem infinitas soluções.

Exemplo: resolver a equação

Como qualquer número multiplicado por zero é igual a zero, a equação tem infinitas soluções.

 

EQUAÇÃO DO 1º GRAU



As equações do primeiro grau são aquelas que podem ser representadas sob a forma ax+b=0,em que a e b são constantes reais, com a diferente de 0, e x é a variável. A resolução desse tipo de equação é fundamentada nas propriedades da igualdade descritas a seguir.


Adicionando um mesmo número a ambos os membros de uma equação, ou subtraindo um mesmo número de ambos os membros, a igualdade se mantém.


Dividindo ou multiplicando ambos os membros de uma equação por um mesmo número não-nulo, a igualdade se mantém.



Exemplo:


Vejamos alguns exemplos:


Seja a equação:


Seja a equação:


Seja a equação:


Membros de uma equação


Numa equação a expressão situada à esquerda da igualdade é chamada de 1º membro da equação, e a expressão situada à direita da igualdade, de 2º membro da equação.


Exemplo: - 3x + 12 = 2x - 9

1º membro 2º membro

Cada uma das parcelas que compõem um membro de uma equação é chamada termo

da equação.

4x – 9 = 1 – 2x

termos


Variável (ou incógnita) de uma equação:

Os elementos desconhecidos de uma equação são chamados de variáveis ou incógnitas.

Exemplos:

A equação x + 5 = 18 tem uma incógnita: x

A equação x – 3 = y + 2 tem duas incógnitas: x e y

A equação a² – 3b + c = 0 tem três incógnitas: a, b e c

Cada um dos valores que colocados no lugar da incógnita, transformam a equação em uma sentença

verdadeira e é chamada de raiz da equação. Para verificarmos se um dado número é ou não raiz de uma equação, basta substituirmos a incógnita por esse número e observarmos se a sentença obtida é ou não verdadeira.

1º exemplo: verificar se três é raiz de 5x – 3 = 2x + 6


2º exemplo: verificar se -2 é raiz de x² – 3x = x – 6


O princípio aditivo e o princípio multiplicativo servem para facilitar o entendimento da solução da equação, mas para resolvê-la existe um metódo simples e prático que è o seguinte:

Resolver a equação 5x – 8 = 12 + x

Colocamos no primeiro membro os termos que apresentam variável, e no segundo membro os termos que não apresentam variável. Os termos que mudam de membro tem os sinais trocados.

5x – 8 = 12 + x

5x – x = 12 + 8

Calculamos a somas algebricas de cada termo.

4x = 20

Quando se passa de um membro para o outro usa-se a operação inversa, ou seja, o que está multiplicando passa-se dividindo e o que está dividindo passa-se multiplicando. O número 4 no primeiro membro está multiplicando o x então ele passará dividindo no segundo membro.

4 . x = 20

Exercícios resolvidos

  1. Resolver a equação:

2( x + 5 ) - 3( 5 – x ) = 5

Nesse tipo de equação, devemos inicialmente, retirar os parênteses, aplicando a propriedade distributiva da multiplicação e a regra de eliminação de parênteses.

2x + 10 – 15 + 3x = 5

2x + 3x = 5 – 10 + 15

5x = 10

x =

x = 2


  1. Resolver a equação:

  1. Resolver a equação:

Nessa equação, inicialmente reduzimos todas as frações ao mesmo denominador, e a seguir cancelamos esses denominadores


m.m.c ( 3, 2, 6 ) = 6

3, 2, 6 2

3, 1, 3 3

1, 1, 1 2 . 3 = 6



  1. Resolver a equação:

m.m.c ( 2, 3, 4 ) = 12

Efetuando as multiplicações:

Multiplicando os dois membros da equação pelo m.m.c dos denominadores, que é 12, vem:


Resolvendo a mesma equação pelo método da eliminação dos denominadores:


  1. Resolver a equação:

Nessa equação é conveniente eliminar de início, os parênteses.


  1. Resolver a equação:

m.m.c ( 2, 3, 4, 5, 7 ) = 420


  1. Quando o número x na equação ( k – 3 ).x + ( 2k – 5 ).4 + 4k = 0 vale 3, qual será o valor de K?

( k – 3 ).3 + ( 2k – 5 ).4 + 4k = 0

3k – 9 + 8k – 20 + 4k = 0

3k + 8k + 4k = 9 + 20

15k = 29

k =

  1. De o conjunto solução das equações literais do primeiro grau ( em R )

a) ax + bx + c = 2a + 2b + c

ax + bx = 2a + 2b + c – c

x( a + b ) = 2a + 2b

se a -b e b ≠ -a


b) ( a + x )² = ( a + 3 + x )( a – 2 + x )

a² + 2ax + x² = a² – 2a + ax + 3a – 6 + 3x + ax – 2x + x²

2ax + x² – ax – 3x – ax + 2x – x² = - a² + a² – 2a + 3a – 6

x(2a – a – 3 – a + 2) = a – 6

x(-1) = a – 6

x =


Equação sem solução


Às vezes, uma equação não tem solução para um certo universo de números. Nesse caso, dizemos que ela é impossível ou que a solução é vazia.

Exemplo: resolver a equação.

Não existe nenhum número que multiplicado por 0 que resulte em 2.


Equação com infinitas soluções


Há casos em que todos os números do universo considerado são raízes da equação. Dizemos que ela tem infinitas soluções.

Exemplo: resolver a equação

Como qualquer número multiplicado por zero é igual a zero, a equação tem infinitas soluções.